Compartilhar

“Chico Maia” estava internado na UTI do hospital Santa Lúcia Norte desde 17 de janeiro

ABAV-DF na pessoa de seu presidente Levi Barbosa e demais integrantes da diretoria da entidade lamentam a morte desse grande empresário e profissional que trabalhou muito em prol do turismo de Brasília e procurou sempre atuar em parceria em busca de melhores condições para todas as categorias que congregam a Fecomércio.

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF), Francisco Maia, morreu na madrugada desta quarta-feira (17/2) por complicações da covid-19. A  informação está confirmada pela assessoria de imprensa da federação.

Natural de Teresina (PI), Francisco Maia Farias foi criado em São Luís (MA) até os 13 anos, quando se mudou para Brasília em 1963 e adotou a cidade para viver. Formado em jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB), trabalhou nos principais veículos de comunicação da cidade durante a década de 70, entre eles o Correio Braziliense, Jornal de Brasília, Rádio Nacional e Diário de Brasília.

Após longa trajetória como jornalista, Maia decidiu virar empresário e montar seu próprio negócio na área de comunicação social. Foi pioneiro no segmento de produtoras de vídeo e, posteriormente, virou empreendedor no setor de eventos e hotelaria.

Há mais de 20 anos Francisco Maia faz parte da Diretoria da Fecomércio-DF, tendo se tornado o atual presidente da entidade, e há oito anos foi o presidente do Sindicato das Empresas de Promoção de Eventos do DF (Sindeventos). Ele também atuou como vice-presidente no Sindicato das Empresas de Turismo do Distrito Federal (Sindetur-DF) e na presidente da Câmara de Turismo e Hospitalidade da Federação.

Chico Maia deixa esposa, três filhos e seis netos.

Deixe uma resposta

Compartilhar