Compartilhar

Informação foi constatada em levantamento do Ministério do Turismo e confirma tendência de crescimento dos segmentos

A procura por turismo cultural e de natureza, ecoturismo e aventura pelos turistas internacionais que desembarcaram no Brasil em 2019 apresentou o maior índice dos últimos cinco anos, de acordo com a publicação Demanda Turística Internacional do Ministério do Turismo, realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Segundo o levantamento, o turismo de natureza, ecoturismo e aventura foi o motivo da viagem para 18,6% dos visitantes, enquanto o turismo cultural foi apontado como motivação para 13,4% dos entrevistados.

Os dados confirmam o crescimento dos dois segmentos de viagem no país tanto entre o público interno como também externo. Segundo o módulo sobre Turismo da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PNAD Contínua realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e apresentada em agosto de 2020, cultura e turismo de natureza motivaram mais de 60% das viagens de lazer em 2019.

“A tendência é registrarmos um crescimento ainda mais significativo nos próximos anos em razão do cenário do turismo para o período pós-pandemia e o Brasil reúne todas as condições para se destacar no cenário internacional. Temos uma riqueza cultural sem igual e atrativos naturais de uma beleza ímpar. Afinal, somos o país mais bonito do mundo”, comentou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

Segundo o levantamento da Pasta, os destinos mais visitados a lazer em 2019 foram Rio de Janeiro, Florianópolis, Foz do Iguaçu, Porto Alegre e Brasília. Para mais informações sobre a demanda, acesse a Revista Dados e Informações.

 

Por Lívia Nascimento

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Deixe uma resposta

Compartilhar